terça-feira, 17 de setembro de 2013

Joio e Trigo

(Mateus 13:27-30)
Naquele tempo...
Servos: Ô Senhor, cara, você não tinha plantado semente boa no campo? Tem um monte de joio crescendo junto lá.
Senhor: Droga. Foi algum babaca que fez isso ae.
Servos: Saquei. Que chato. Quer que a gente vá lá e arranque?
Senhor: Não, cara. Vocês são burros. Se vocês forem fazer isso vcs vão acabar arrancando um monte de trigo junto. Deixa os dois crescerem que depois eu falo pros ceifeiros separarem o joio do trigo, porque vocês não sabem fazer isso não.

Sabe aquela velha história de julgar os outros? Você pode ser o cara mais sabido, mais estudado, mais fino, mais ético e moral, mas ainda é humano. A sua função não é separar o joio do trigo, ainda mais porque você não tem a capacidade de fazer isso. A sua função é outra. A sua função é ajudar, conversar, ensinar, trabalhar, semear. Não separar.
Adão comeu a maçã e desde então acha que sabe o que é bom e o que é mau. Acha que tem direito de julgar os outros. Acha que sabe qual comportamento é aceito por Deus e qual não é. Mas não sabe. E nem você.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. 27 Chegando os servos do dono do campo, disseram-lhe: Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? pois donde vem o joio?
    28 Respondeu-lhes o Senhor: Homem inimigo é quem fez isso. Os servos continuaram: Queres, então, que vamos arrancar o joio?
    29 Não, respondeu ele, para que não suceda que, tirando o joio, arranqueis juntamente com ele também o trigo.
    30 Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e no tempo da ceifa direi aos ceifeiros: Ajuntai primeiro o joio e atai-o em feixes para o queimar, mas recolhei o trigo no meu celeiro

    ResponderExcluir