segunda-feira, 11 de junho de 2012

Razões para utilização do horário de verão

O horário de verão foi criado para economizar energia. Ele se baseia no fato de que, nas regiões mais afastadas da Linha do Equador, a duração do dia varia durante o ano. Ou seja, no verão, o sol nasce mais cedo e se põe mais tarde. Ao contrário, no inverno o sol nasce mais tarde e se põe mais cedo. O horário de verão consiste em adiantar o relógio uma hora durante um período do ano. Assim, as pessoas passam a acordar mais cedo, e consguem aproveitar melhor a luz do sol. Mas como isso funciona?



Vamos pensar que a maioria das pessoas acordem normalmente as 7 horas, e que durante o verão o sol nasça às 6 horas da manhã. Assim, as pessoas vão perder uma hora de iluminação natural pois vão estar dormindo. Se os relógios forem adiantados uma hora, então as pessoas (que vão continuar acordando as 7 horas) vão começar a acordar junto com o nascer do sol.

Vamos continuar pensando que essas pessoas ficam acordadas 16 horas por dia, e que só ligam as luzes de casa quando fica de noite e apagam quando vão dormir. O sol fica iluminando a cidade por 12 horas por dia. Se as pessoas acordarem junto com o sol, só vão ter que usar 4 horas de iluminação artificial. Se elas acordarem uma hora depois do sol, vão ter que usar 5 horas de iluminação artificial. Pode não parecer muito, mas uma hora de eletricidade multiplicado pelo número de casas que vão entrar no horário de verão faz muita diferença.

Mas então porque não ficar no horário de verão para sempre? Porque durante o inverno, o sol nasce mais tarde. Se o horário de verão continuasse durante o inverno, as pessoas iriam acordar e ainda estaria escuro. Aí elas teriam que ligar as luzes de casa, e isso iria fazê-las gastar energia. Por isso, o horário de verão só funciona para economia de energia durante o verão.

Além disso, o horário de verão é bom para diluir o horário de pico. Se todas as pessoas chegarem em casa, ligarem a televisão e o chuveiro ao mesmo tempo que os postes de luz acendem, o consumo de energia elétrica no país todo aumenta de uma vez só. Isso pode causar problemas nas usinas elétricas e, em casos extremos, até apagões. Com o horário de verão, as pessoas chegam em casa enquanto ainda está claro. Assim os chuveiros elétricos e as televisões não são ligadas junto com a iluminação pública, e isso é melhor para o Sistema Interligado Nacional, responsável pela distribuição de energia para todo o país.

Nem todos os estados usam o horário de verão. Isso porque em lugares muito próximos da Linha do Equador, não tem muita diferença entre o inverno e o verão. Os dias tem mais ou menos a mesma duração durante todas as épocas do ano. Por isso, só estados mais ao sul, no caso do Brasil, entram no horário de verão. Eles são Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia e Distrito Federal.

No Brasil, o horário de verão acontece todos os anos desde 1985, mas só em 2008 foram estabelecidas as regras para ele. Atualmente, as pessoas tem que adiantar seus relógios no terceiro domingo de outubro. Depois, elas devem atrasar os relógios no terceiro domingo de fevereiro, exceto quando isso coincidir com o Carnaval; nesses anos o horário de verão acaba no quarto domingo de fevereiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário