terça-feira, 10 de junho de 2014

Não sou nenhum especialista em teologia ou estudos bíblicos, mas uma imagem comparando as supostas "caraterísticas" de Jesus e do Diabo, colocando Jesus à direita e o Diabo à esquerda no espectro político me chamou atenção, e eu deixo aqui minha visão sobre a imagem.



O Diabo não dá pra analisar porque praticamente não tem ele nos Evangelhos e tem bem pouco na Bíblia, eu acho, mas Jesus dá pra analisar. E acho que ele realmente tem a ver com parte das características citadas, e outras não.


  • A favor da vida: sim, claro, principalmente da mulher que ia ser apedrejada pelos detentores da verdade. Coisa que não se vê muito por parte de alguns religiosos hoje em dia, que não hesitam em pedir a morte de quem não segue suas regras e não derrubam um quarto de lágrima pelas mulheres mortas pelo aborto ilegal.
  • Liberdades individuais: não sei a que liberdades a imagem se refere. Mas ele criticava quem rezava para aparecer e quem colocava a lei acima do próximo. Ou seja, bom senso vale mais.
  • Economia de mercado: desde que não seja dentro do templo porque aí o bicho pega hue
  • Liberdade religiosa: tanto que ele coloca o bom samaritano (outra religião) como herói e o fariseu (seguidor da lei de Moisés) como vilão da parábola. Coisa que também não se vê muito por parte de alguns religiosos.
  • Meritocracia: não lembro de nada com relação a isso. Mas ele chamou os caras que menos mereciam, pecadores e cobradores de impostos, para serem seus apóstolos.
  • Democracia: tanto que o povo escolheu que ele morresse e Barrabás fosse solto hue
  • Lugar de bandido é na cadeia: e no céu, aparentemente, como ele disse ao bom bandido crucificado ao seu lado.
  • e o melhor de todos, Moral e bons costumes: Jesus era completamente contra a moral e os bons costumes vigentes na época em que viveu. Os caras colocavam a Lei acima da vida do próximo, apedrejavam adúlteras e tantas outras atitudes condenáveis. Jesus mudou completamente a moral e os bons costumes, e é isso que a gente tem que continuar fazendo até hoje. Olhar para o que é considerado "certo" e ver se realmente está certo. Se não estiver, refazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário